BELO E PERFUMADO: O GOIVO

Adoramos ser surpreendidas, conhecer coisas novas e nos encantar com elas. O Goivo – essa delicada flor que usamos pela primeira vez ao preparar esta mesa aqui para o nosso Dia dos Namorados – foi certamente uma dessas gratas surpresas.

E não fomos só nós que nos apaixonamos perdidamente pelos belos e delicados Goivos. Nosso querido colunista e amigo, Sergio Oyama Junior, do Orquídeas no Apê, também virou fã de carteirinha e hoje nos presenteou com várias informações interessantes sobre eles.

Vale muito a pena conferir! Vamos lá?

_MG_6199

O Goivo é nativo da região do Mediterrâneo. Trata-se de uma flor perfumada, que pertence à família Brassicaceae, popularmente conhecida como a família das crucíferas, a mesma do repolho ornamental – sobre o qual já falamos aqui – da mostarda, do brócolis, da couve e da couve-flor.

Seu nome científico, Matthiola incana, homenageia o médico e botânico italiano Pier Andrea Mattioli. Por esta razão, o Goivo também é conhecido como Matióla.

Famoso por suas belas inflorescências, o Goivo pode ser encontrado em tons de branco, rosa, vermelho e violeta, além de diversos outros tons híbridos.

As flores podem ter as pétalas simples ou dobradas e costumam exalar um intenso perfume, mais acentuado durante a noite. Trata-se de uma flor que apresenta boa durabilidade após ser colhida, o que a torna uma excelente flor de corte. Ela também é bastante utilizada em projetos paisagísticos, principalmente como bordadura.

Uma utilidade menos conhecida do Goivo é na culinária. Embora sejam pouco usadas nesta forma aqui no Brasil, as flores do Goivo são comestíveis e ricas em nutrientes, apresentando um sabor entre o picante e o doce.

As sementes do Goivo devem ser plantadas no outono, para florescerem na primavera. A flor aprecia solos ricos em matéria orgânica e bem drenados. O cultivo deve ser feito preferencialmente em regiões de clima ameno, sob sol pleno.

Esperamos que tenham gostado e não deixem de conferir os lindos arranjos preparados pelo nosso talentoso florista Marcinho Lema, da Milplantas, para nossa mesa do Dia dos Namorados, que vocês podem conferir clicando aqui.

Um beijo!

Sergio Oyama Junior é o biólogo, fanático por orquídeas e idealizador do Orquídeas no Apê blog dedicado a essas lindas flores. Neste espaço, Sergio, que é graduado em Biologia pela Unicamp e pós-graduado em Bioquímica pela USP, gentilmente divide conosco um pouquinho do seu vasto conhecimento sobre as mais diversas plantas e flores, incluindo, é claro, as orquídeas.

Deixe uma resposta

Comentários

  • Meninas lindas e maravilhosas
    Eu fiquei encantada com elas (Goivo) apaixonada mesmo, me chamou a atenção na mesa.
    Mas acho que vai ser dificil encontra-las aqui onde moro.
    Parabéns pelas postagem amoooo de paixão, fico ansiosa a espera.
    bjss e muita saúde