Arranjos com Flores e Frutas

Para decorar a nossa casa e eventos sempre recorremos aos arranjos com as flores e as plantas. Agora, não apenas pela inspiração da primavera, vamos acrescentar frutas à esta receita de pura beleza e encanto. Desta forma, podemos criar arranjos leves, frescos e naturais, que podem ser usados em qualquer época do ano, a depender do estilo que se deseja e da ocasião.

Com esta ideia foram criados os arranjos do nosso Workshop Mesa Posta, Flores e Frutas da Estação em duas mesas que mostramos nos posts aqui e aqui. Com ajuda de Marcinho Leme, da Milplantas, construímos algumas possibilidades que adoramos! Hoje, reunimos dicas e sugestões de como usar as frutas nos arranjos para que tudo fique, além de lindo, funcional e harmonioso!

arranjos-com-flores-e-frutas

Independente da estação do ano, usar frutas nos arranjos florais pode ser uma ideia maravilhosa e dar à decoração um toque de criatividade. Cada estação tem as suas frutas e se o evento estiver em sintonia com a época do ano, seja uma ocasião indoor ou ao ar livre, suas frutas merecem destaque, até porque elas estarão mais frescas e lindas.

O uso das frutas em arranjos e na decoração de mesas em outros detalhes não se restringe aos eventos que acontecem durante o dia. Em jantares e festas à noite, elas também fazem bonito e vista aos convidados, como apostou a marca Dolce & Gabbana em um jantar repleto de frutas para finalizar a Semana de Moda em Milão.

Podemos priorizar as frutas mais escuras para a noite e as mais coloridas e vibrantes para o dia e combinar com elementos e uma iluminação que ressalte a beleza de nossas escolhidas.

A verdade é que as frutas são uma forma muito elegante e rica de decorar não apenas os arranjos. Frutas, verduras, temperos, sementes e legumes podem servir de forma criativa em outros cantos da mesa. Já usamos peras, tomates e abacaxis como marcadores de lugar (vejam aqui, aqui e aqui, respectivamente). Abobrinha como descanso de talher, coco e abacaxis como cachepots. Tudo depende do clima e do estilo do evento. Para quem quiser visualizar algumas destas experiências, relembramos os seguintes posts: Descascando o Abacaxi, Descascando o Abacaxi- Parte 2, onde mostramos o processo de transformação dos abacaxis em cachepots decorados com flores.

Usamos também temperos, pimentas e legumes em mesas como Pizza Verde e Amarelo, Quando Tudo Termina em PizzaPizzada de Aniversário, Pizza e Gente Querida, Quando a Feira Vai à Mesa e Da Nossa Série da Feira Para a Mesa.

Gostamos especialmente de usar as frutas como um elemento principal de uma decoração quando não temos acesso à muitas flores, como quando estamos na casa da praia e aproveitamos mais as frutas locais com folhagens para ornamentar os espaços que receberão amigos e convidados. Esta é uma forma inclusive de homenagear o ambiente no qual estamos e trazer à tona os seus pontos de maior charme e beleza.

Quando estamos na Bahia, aproveitamos os cocos para decorar como cachepots a nossa casa, como já mostramos nos seguintes posts: Cachepots de Coco Verde, Almoço Tropical e Axé e Dendê.

A simbologia das frutas também pode ser mais um motivo para incorporá-las em nossas celebrações. Para dar as boas-vindas, pode-se usar abacaxi, por exemplo. Romã representa sorte, uva prosperidade e abundância, morango beleza e romantismo e maçã sabedoria e paz. Algumas datas especiais do ano merecem a presença de algumas delas ressignificando em pequenos detalhes a comemoração. Em nosso Workshop de Natal, por exemplo, usamos romãs à mesa, em outra mesa natalina, aqui, também usamos romãs, aqui, usamos frutas e nozes pela mesa.

Escolher as frutas certas, mesmo as que não são da estação em que ocorre o evento, passa por critérios como as cores da decoração ou de alguns elementos principais desta decoração e o estilo do evento. Se for uma festa mais clássica, por exemplo, ou um encontro despretensioso e divertido, certamente algumas frutas apresentam formas mais apropriadas para cada um deles.

Uvas verdes e em tons de vinho nos remetem à cenários clássicos, o que também cai bem com o inverno, como em nossas mesas: Um Bride à Amizade e Taste & Feel. Os festejos com clima tropical de verão pedem frutas exóticas e coloridas. Para estas ocasiões adoramos, por exemplo, abacaxis e mini abacaxis. como. Eles inclusive funcionam dentro ou fora dos arranjos florais, como usamos no post Um Cantinho de Bebidas. Para as mesas ou festas primaveris, quanto mais cor melhor. Para outono, cores como laranja e vinho compõem muito bem os arranjos. Cada estação nos inspira uma nova combinação e o uso de diferentes frutas.

Algumas frutas são lindas tanto por dentro como por fora e acabamos cortando-as ao meio para aproveitar toda a sua beleza, como no caso da grapefruit, das laranjas e todos os tipos de limão. Eles abertos acabam nos apresentando outras de suas incríveis tonalidades, deixando os arranjos ainda mais ricos. É interessante em um mesmo arranjo preservar algumas frutas inteiras e mesclar com outras abertas. Atenção para não cortarmos as frutas que em pouco tempo podem escurecer, como as maçãs e as bananas. Sugerimos não usa-las abertas.

Uma dica para quem gosta de bananas na decoração de mesas, é usá-las presas à bananeira, de forma rústica e exuberante, como Marcinho Leme fez em um almoço no jardim da loja-conceito de Tania Bulhões, como mostramos no post Renovada e Conceitual.

Uma das maiores atenções para o uso das frutas nos arranjos é se o evento acontece ao ar livre, pois algumas delas podem atrair insetos e mosquitos, ainda mais se o clima estiver quente. Para evitar que isso aconteça, podemos recorrer a tipos de frutas menos aromáticas e fechadas.

Os morangos, lindos e vermelhos, também ficam muito charmosos entre as flores e plantas, mas é uma fruta delicada e com o tempo e o calor ela pode começar a se decompor, perdendo a sua beleza e a sensação de frescor. Por isso, o ideal, é usá-los em eventos indoor e climatizados ou apenas no inverno.

As frutas cítricas possuem acidez e esta acidez pode danificar plantas e flores, principalmente as pétalas mais delicadas. Por isso, na arrumação do arranjo, leve em consideração separar o ácido do que é delicado, com vidros ou tubetes de plástico, para que o arranjo não perca vivacidade e beleza.

A partir do efeito de cores e destaques que queremos dar ao arranjo, podemos combinar frutas às flores e plantas. Se a intenção é ressaltar as frutas, uma dica é apostar mais em folhagem, mas se a ideia é criar um jardim harmônico e repleto de espécies, é importante brincar com as cores das flores. Podemos usar frutas e flores com tons parecidos, dentro de uma mesma paleta de cor ou mesmo criar um arranjo mais alegre e vibrante, misturando diversas cores.

Algumas frutas soltam a sua pigmentação natural, mesmo secas. Com a umidade do ar, fica ainda mais fácil essa pigmentação sair de frutas como framboesa, amora e mirtilo. Se misturadas à flores claras ou brancas, certamente estas serão tingidas ou manchadas. É preciso selecionar bem o tipo e as cores das frutas e flores que serão usadas juntas.

Qualquer arranjo com frutas requer uma preparação no mesmo dia do evento. As frutas produzem sumos, odores e suas aparências mudam de característica rapidamente. Devemos levar em consideração esta questão, comprar as frutas, lavá-las e guardá-las na geladeira até o momento da montagem dos arranjos, sempre horas antes do evento ou de receber amigos em casa.

Existem algumas possibilidades para acomodar as frutas nos arranjos. Há quem prefira as frutas apenas por baixo das flores e folhagens em vasos transparentes, como já usamos em uma mesa de feijoada (aqui). Já para criar bouquets ou arranjos com uma mistura fina de frutas e flores mais estruturados o uso de palitos de madeira (como os palitos de churrasco) para prender as frutas ou aramar por dentro de cada uma delas, um técnica um pouco mais difícil, são ótimas opções. Nos dois casos, para disfarçar o uso do arame ou do palito, a dica é envolver o palito com floral tape, uma fita que os floristas usam para manter seus arranjos com o aspecto mais natural e verdadeiro possível. Essa fita pode ser encontrada na loja da Milplantas!

Aproveitar os galhos dos frutos, como os da tangerina, romã ou da laranja kinkan também é uma ótima ideia, já que assim, os arranjos ganham movimento, volume, desconstrução e um ar ainda mais natural, como fizemos com os arranjos dos posts Recebendo na Copa e Uma Tarde na Sicília.

Uma dica para que as frutas permaneçam com uma aparência fresca, como se tivessem sido colhidas momentos antes da festa ou como se fizessem parte do cenário naturalmente, é borrifar água depois que o arranjo estiver pronto. As cores e o brilho de cada uma delas ficam mais intensas desta forma.

Uma das vantagens de se usar frutas nos arranjos é que elas proporcionam um ótimo custo-benefício e, se espaço a ser decorado pedir bastante ornamento, esta ideia pode ser ainda mais bem-vinda!

Esperamos que tenham gostado e que usem bastante futas em seus arranjos!

Beijos!

Deixe uma resposta