O Encanto do Mini Abacaxi

No início desta semana mostramos uma mesa de almoço em estilo piquenique indoor com louças e acessórios inspirados nas lindas formas do Abacaxi. Para quem ainda não viu esta produção, visitem o post Um Piquenique Indoor.

Hoje, a fruta que motivou a criação das pinturas e estampas dessa mesa é a nossa eleita na coluna Flor da Semana. Para compor arranjos florais ou decorar cantinhos de casa (como fizemos no post Cantinho das Bebidas), gostamos muito de sua versão mini! Por isso, pedimos ao nosso colunista Anderson Santos, biólogo e botânico, informações sobre o Mini Ananás, ou Mini Abacaxis.

mini abacaxi

A origem e força do Abacaxi em solo brasileiro

Ananas é o nome do gênero botânico da família das bromélias, ao qual pertencem todas as espécies de Abacaxi. Existem oito espécies de Abacaxis na natureza e todas elas são nativas da América Central e do Sul. No Brasil ocorrem sete espécies e somente no Estado do Acre não há registro dessas plantas na natureza. Os Ananas são conhecidos popularmente por Abacaxi, Abacaxi-silvestre, Ananas e Ananás.

Os Ananás são plantas terrestres e suas folhas formam uma roseta aberta, que ao contrário da maioria das bromélias, não acumula água em seu tanque. As folhas são muito resistentes, geralmente pontiagudas e com muitos espinhos em suas bordas. Os Abacaxis possuem uma inflorescência simples, de forma oval e com uma coroa de folhas no topo. As flores são pequenas, geralmente rosadas ou arroxeadas. O popular Abacaxi é chamado pela botânica de pseudofruto, já que são inúmeros pequenos frutos reunidos formando uma infrutescência.

A espécie mais cultivada no mundo é Ananas comosus que no Brasil apresenta as variedades pérola, branco, Smooth Cayenne e jupi, todas cultivadas no território brasileiro. O Estado do Rio Grande do Norte lidera a produção nacional e o Brasil é o segundo maior produtor de abacaxis do mundo, perdendo apenas para a Costa Rica.

Propriedades para a saúde

As diferentes espécies de bromélias, incluindo os Abacaxis são ricas em bromelina, uma enzima que é utilizada como composto terapêutico desde 1957 e inclusive é comercilizada em farmácias e drogarias com esse mesmo nome e atua como anti-inflamatória capaz de diminuir dores e inflamações provocadas por lesões de ordem muscular.

Mini Abacaxis como planta de corte

Os Mini Abacaxis são plantas originadas a partir das espécies Ananas ananassoides e Ananas nanus, ambas de ocorrência no Brasil e que através de métodos de cultivo perderam seus espinhos nas folhas para facilitar a comercialização, mas na natureza são as menores espécies de Ananás, sendo muito próximas do tamanho na qual essas plantas são cultivadas atualmente. São plantas muito utilizadas em ambientes internos para decoração e os Mini Abacaxis são utilizados como “flor” de corte e apresentam grande durabilidade. Além de peculiares os Mini Abacaxis têm um forte potencial ornamental e podem compor inclusive áreas externas como canteiros e jardineiras, sendo essas situações pouco vistas no Brasil, mas garantem ao ambiente um charme especial.

Plantio e cultivo

O plantio e cultivo podem ser feitos através da obtenção de mudas de uma planta matriz ou através do cultivo da coroa do Abacaxi. Toda planta de Ananás, após produzir o Abacaxi, começa a desenvolver um broto lateral que pode ser removido e replantado para dar origem a uma nova planta. Outra forma de obter uma muda é através da coroa do Abacaxi e para isso basta remover a coroa com parte do Abacaxi e deixá-la em um copo com uma fina camada de água, apenas para hidratar a parte mais basal até que se formem raízes. Feito isso, basta transferir a pequena muda para um vaso e aguardar seu desenvolvimento. As espécies de Mini Abacaxis podem ser plantadas em vasos, e o solo deve ser rico em matéria orgânica. São plantas que vivem muito em ambientes muito iluminados.

Esperamos que tenham gostado de nossa estrela de hoje e que nos acompanhe sempre por aqui!

Para quem adora a fruta para decorar a casa, lembramos um post com um passo a passo que ensina a usar Abacaxis como cachepots, vejam aqui!

Beijos!

Deixe uma resposta