TUIA, A ÁRVORE DA VIDA

Hoje, quem nos presenteia com uma pesquisa especial é o querido Sérgio Oyama Junior, do Orquídeas no Apê! Com a proximidade do Natal, resolvemos entender mais sobre as Tuias, tão lindas e verdes e que adoramos em nossas decorações! Elas estão sempre em nossas mesas, como mostramos aqui, aqui e aqui e, ainda, são uma sugestão de jogo americano perfeito para a Ceia, como ensinamos em um passo a passo aqui.

tuia

O gênero botânico Thuja, pertencente à família Cupressaceae, é composto por cinco espécies de árvores popularmente conhecidas como Tuias. São plantas nativas de diversos países da Ásia, Europa e América do Norte, fazendo parte de um grupo de árvores chamadas de coníferas, no qual também estão incluídos os pinheiros do gênero Pinus, as araucárias e as sequóias.

A Tuia, também chamada de Árvore da Vida ou Cipreste, é bastante utilizada para fins ornamentais. Por ser um pinheiro de porte compacto, torna-se ideal para protagonizar a árvore de Natal, nas festas de fim de ano. É uma planta que simboliza a confraternização.

As folhas das diversas espécies de Tuias costumam ser bastante aromáticas, sendo utilizadas na produção de óleos essenciais, que já faziam parte, há séculos, dos rituais religiosos realizados pelos índios norte-americanos. O composto químico tuiona, presente no óleo extraído da Thuia occidenthalis (Tuia maçã) é o responsável pelo agradável perfume que lembra esta fruta, sendo atualmente bastante utilizado para fins terapêuticos. Há também Tuias cujas folhas exalam um intenso aroma de limão, como a Tuia Holandesa (Cupressus macrocarpa).

Por ser um pinheiro em miniatura, a Tuia é ideal para ser cultivada em pequenos espaços, inclusive vasos. É uma planta bastante resistente, de vida longa, que pode ser utilizada como uma árvore de Natal natural por anos a fio.

Esperamos que tenham gostado! Obrigada, Sergio!

Um beijo!

Deixe uma resposta

Comentários