Orquídea Sapatinho

Já deram uma olhada na mesa maravilhosa em tons de azul, branco e amarelo que compartilhamos com vocês no comecinho desta semana?

Gostamos tanto do arranjo levando orquídeas sapatinho que decorou o centro daquela mesa que corremos para procurar saber um pouco mais sobre elas. Vejam só o que descobrimos com a ajuda inestimável do nosso querido Sergio Oyama Junior, o conceituadíssimo biólogo por trás do Orquídeas no Apê.

FlorDaSemana07

As orquídeas sapatinho, sapatinho de Vênus ou, ainda, lady’s slipper orchids em inglês, são assim conhecidas por apresentarem flores de aparência exótica, com uma pétala em forma de taça, que também lembra um tamanco holandês – o chamado labelo – cuja finalidade principal é atrair polinizadores e assegurar a reprodução da planta. Tecnicamente, elas podem pertencer a dois gêneros distintos: Paphiopedilum ou Phragmipedium. Pronuncia-se ‘pafiopédilum’ e ‘fragmipédium’.

As orquídeas do gênero Paphiopedilum são originárias da Ásia e costumam  crescer sobre o solo de florestas úmidas, composto por folhas secas, gravetos e detritos orgânicos, não necessitando de muita luminosidade para florescer.

Já as orquídeas do gênero Phragmipedium ocorrem com mais frequência na América do Sul, podendo ser encontradas em quase todo o território brasileiro. Apesar de também apreciarem bastante umidade – sendo muito comuns na natureza às margens de rios – diferentemente dos Paphiopedilum, os Phragmipedium precisam de bastante luminosidade para florescer.

As orquídeas sapatinho são excelentes plantas ornamentais na medida em que podem apresentar florações múltiplas e sequenciais por vários meses.

Que tal deixar a casa ainda mais bonita com orquídeas sapatinho?

Conteúdo do post: Sérgio Oyama Junior.

Deixe uma resposta

Comentários