Orquídeas Phalaenopsis

Esta semana escolhemos falar sobre um tipo de orquídea que adoramos usar em nossas mesas: a Phalaenopsis.

FlorDaSemana35

Mais uma vez, para falar apropriadamente sobre o tema, contamos com a gentileza e a vasta experiência do querido Sergio Oyama Junior, do Orquídeas no Apê, a quem deixamos registrado nosso muito obrigada!

Embora sejam originárias do sudeste asiático, de países como Filipinas, Indonésia e Sumatra, as Phalaenopsis são atualmente as orquídeas mais utilizadas para decoração no mundo todo.

Seu nome vem do grego phalaina (mariposa) e opsis (semelhança), devido à aparência de suas flores. Por isso, nos EUA, é conhecida popularmente como moth orchid, orquídea mariposa.

Constantes cruzamentos e aprimoramentos genéticos têm sido capazes de produzir uma imensa gama de Phalaenopsis, nas mais diferentes cores, padrões e tamanhos. Tal versatilidade faz com que sempre haja uma espécie de Phalaenopsis adequada para o tipo de mesa e ocasião que pretendemos criar.

Além de versáteis, belas e exóticas, as Phalaenopsis são extremamente resistentes e duráveis, podendo manter-se em bom estado por mais de dois meses. Seu cultivo é favorecido em condições muito semelhantes às do ambiente que temos dentro de casa, com luz indireta, temperaturas amenas, níveis moderados de ventilação e umidade.

Contudo, um importante cuidado que devemos ter é evitar que a água se acumule no pratinho sob o vaso, o que acarreta excessiva umidade para as raízes.

Devido à sua natureza híbrida, as Phalaenopsis podem florescer durante o ano todo. O pico de floração, no entanto, costuma ocorrer durante a primavera.

Conteúdo do texto: Sérgio Oyama Junior.

Deixe uma resposta

Comentários