Cada aniversário de meu marido é um misto de imenso prazer e desafio, na tentativa de superar as expectativas dele, que é a pessoa que conheço que mais ama comemorar o aniversário. No ano passado, homenageamos sua paixão por hambúrguer (vejam aqui como foi o Hamburguigo!). Este ano a inspiração foi um rancho, num almoço com comida de fazenda e muita música sertaneja.

Bruna Beraldo e o Além da Mídia foram os responsáveis por transformar completamente o salão de festas de minha casa com uma cenografia impecável. E, acreditem, a cenografia faz toda a diferença na festa. Bruna tem sido minha parceira em muitos eventos importantes de família, como o chá de bebê de meu sobrinho Arthur e o chá-bar de minha irmã. Ela é de uma criatividade sem fim, faz um trabalho encantador seja qual for o estilo e o tamanho da festa. Fico impressionada como ela se envolve pessoalmente em cada projeto. Para o Rancho de Guigo, trouxe peças pessoais para incrementar a decoração, como o cabideiro da mãe dela, o quadro que foi do professor de artes do avô. 

Além da Mídia fez um trabalho excelente ao cobrir todas as paredes com lona que imita madeira rústica. No bar, a estampa escolhida foi a de pedra. A ideia era dar o ar rústico de rancho. Cobrimos até o ar-condicionado (deixando a saída de ar livre, claro!)!


Para entrar no clima, também trocamos as cortinas claras originais do salão por estas em xadrez,  feitas pela minha costureira.

Para completar a composição do ambiente, não podiam faltar os arranjos. Acredito que esta seja a primeira vez que não uso flores neles, com exceção de alguns poucos arranjos com as pequenas e delicadas congéias, num tom lilás rosado! Marcinho Leme, da Milplantas , fez composições com folhagem seca, bem com cara de mato, garimpada pela Milplantas  e também fornecida pela Monica Troncos e Galhos, que trouxe da fazenda dela algumas plantas.

Todo o mobiliário é da Artemobi, com peças que adoro, como a estante verde, o banquinho rústico, o banco de corda, o aparador, a cadeira bistrô. 

O sofá de couro é composto por módulos, então fica do tamanho que a gente quiser. Nesse ambiente, há ainda a mesa lateral mais baixa e a mesa mais alta e essa mesa de centro feita de troncos de árvore, com o tampo de vidro. 

Decoramos os cantinhos da festa com detalhes que trouxemos da fazenda de um amigo, como a sela, a roda, canequinhas, panelas de ferro, leiteiras, berrante, cabideiro. Essa estante de madeira é o amor da minha vida, também da Artemobi

Além dos objetos pessoais há peças de decoração muito especiais da D.Filipa, como a balança, as garrafas verdes e os vaso de osso da estante verde e as caixas de madeira.

No cantinho da cachaça, a bandeja é da D.Filipa e o móvel, vindo da fazenda do amigo. 

Todo aniversário presenteio meu marido com um avental personalizado. A Dash Uniformes faz um trabalho incrível de personalização e tem os uniformes mais lindos, além de um serviço cuidadoso, indo até a sua casa ou empresa para fazer as provas das roupas. Recomendo muito. O avental de Guigo deste ano é de jeans com detalhes em couro.  

Ambientação:Bruna Beraldo  e Além da Mídia | Mobiliário: Artemobi | Louças e objetos de decoração: D.Filipa | Bolo: Lili Coutinho Bolos| Avental personalizado: Dash Uniformes | Comida: We Cook Buffet | Arranjos: Milplantas | Folhagens: Monica Troncos e Galhos

Esperamos que tenham gostado!

Beijos!

A nova coleção de louças Jardin D’Été, da Theodora Home, é uma reunião de parcerias estreladas. Assinada pela querida Maria Rudge, foi produzida pela Royal de Limoges, marca com mais de dois séculos de tradição e a mais antiga de Limoges, cidade francesa famosa mundialmente por suas porcelanas.

O desenho de folhagem traz a ideia do frescor do jardim e da natureza para dentro de casa de maneira delicada. No aparelho de jantar, o acabamento ondulado remete ao formato de uma flor nos bowls, pratos rasos e de sobremesa, fazendo composição perfeita com a estampa.

As louças estão disponíveis em três cores. O mauve, tom de rosa com um toque de lilás, é o favorito de Maria, apaixonada pela cor. Há ainda as opções do verde ou do azul, sempre com fundo branco.

Além do jogo de jantar, a linha conta ainda com lindas xícaras de café e chá. Coordenadas com os bowls e pratos de sobremesa, transformam o chá ou café da tarde num evento especial, com o charme francês elegante e campestre da região da Provence, no sul da França.   

Adoramos a combinação de tradição com praticidade e modernidade nesta coleção: todos os itens podem ser levados ao microondas e à lava-louças, sem o perigo do desenho ir sumindo com o tempo (caso das louças antigas).

“A Royal de Limoges é uma porcelana para ter a vida toda em casa. Escolhemos o desenho da louça pensando numa estampa que fosse atemporal e fácil de usar”, conta Marcela Caio. É ela quem está por trás da cuidadosa curadoria da Theodora Home, e-commerce de decoração com peças garimpadas por a partir de viagens e pesquisas que Marcela faz pelo mundo. 

Vejam também nossas dicas para organizar o quarto do bebê e os vasos que transformam qualquer cantinho .

Esperamos que tenham gostado!

Beijos!

Quando o bebê chega, é tanta novidade que a última coisa que a gente precisa é perder tempo – e passar nervoso! – procurando o body, a fralda ou a pomada de troca. Por isso, nessa hora tão especial quanto atarefada, ter um quarto organizado é indispensável. Para nos ajudar nessa tarefa, contamos com o trabalho mágico de Cris Faria, personal organizer do Viver Organizer, para pôr todo o enxoval de Arthur, filho de minha irmã, no seu devido lugar.

“Na cômoda a gente deve colocar tudo o que vai usar com mais frequência e de imediato, como as fraldas, a pomada, as toalhinhas de boca, toalhinhas de ombro. Toda essa parte de cuidados de higiene e as roupinhas de recém-nascido ficam neste móvel”, conta Cris. Ela sugere a seguinte divisão: na primeira gaveta, as roupas de recém-nascido a três meses. Na segunda, de três a seis meses.

Uma dica dessas de mudar a vida é etiquetar todas as divisões que você fizer. Assim, fica muito mais difícil das peças se misturarem o alguém se enganar e colocar uma roupa no lugar errado.

Para separar as roupas de maneira prática e funcional, reúna todos os bodies de manga curta numa fileira, os de manga comprida em outra, calças, bermudas, e assim por diante.

Use caixas para colocar roupas que o bebê ainda vai demorar para usar. Separe, novamente, por idade e etiquete, para facilitar a identificação. Depois, é só guardar na parte de cima do armário, abrindo espaço para os itens que estão sendo usados no momento.

Como as roupinhas dos bebês e das crianças são menores do que as nossas, dá para utilizar o espaço que sobra embaixo para colocar caixas com peças que não estão sendo usadas no momento.

Para decidir o que vai em cabide e o que fica dobrado, basta pensar no que amassa e no que não, e também em roupas que, ou são muito volumosas e não cabem direito nas gavetas, ou aquelas muito pequenininhas e que não funcionam bem dobradas. Macacões tipo jardineira, casacos, vestidinhos de tecidos que amassam e camisas devem ser sempre pendurados. “Peças de lã, linha, malha e algodão devem ser sempre dobradas, porque podem até estragar, formar aquele biquinho no ombro”, lembra Cris. 

Os jogos de lençol, cobertores e toalhas de banho podem ficar dentro do armário, em gavetas.

A sapateira guarda os calçados na parte baixa do armário.

Esperamos que as dicas tenham sido úteis para vocês!

Beijos!