COMO SEDA: A ESTÁTICE

Nesta semana falaremos sobre a Estátice. Nosso querido amigo e colunista Sergio Oyama Junior, do imperdível Orquídeas no Apê, reuniu as informações que apresentaremos a seguir sobre essa delicada flor. Vamos lá?

FlorDaSemana

A Estátice é uma planta típica da região do Mediterrâneo pertencente à família Plumbaginaceae. Assim como a Cáspia, sobre a qual já falamos aqui, a Estátice pertence ao gênero Limonium. Como existem cerca de 120 espécies diferentes neste gênero, com milhares de híbridos entre elas, há uma grande variedade de plantas e flores comumente chamadas de Estátice, Cáspia, Lavanda do mar, Limonium, cada qual, no entanto, com suas características particulares, mas todas aparentadas.

As flores da Estátice podem ocorrer nas cores branca, amarela, pink, violeta, púrpura ou lavanda. São bastante utilizadas no paisagismo dos jardins no Hemisfério Norte, como maciços ou bordaduras. Na decoração de interiores, podem ser usadas como flores de corte. Seu uso mais consagrado, no entanto, é em arranjos de flores desidratadas.

Diferentemente da Cáspia, cujas florações ocorrem em ramos finos e possuem um ar leve e delicado, as flores da Estátice (Limonium sinuatum) são mais encorpadas e vistosas, tubulares e apresentando pétalas cuja textura lembra o papel de seda.

A Estátice é uma planta de fácil cultivo, que floresce durante a primavera e o verão. Aprecia locais bem iluminados, preferencialmente sob sol pleno. Por ser originária de regiões litorâneas, aprecia solos arenosos e é resistente à alta salinidade dos mesmos.

Esperamos que tenham gostado.

Um beijo!

Sergio Oyama Junior é o biólogo, fanático por orquídeas e idealizador do Orquídeas no Apê blog dedicado a essas lindas flores. Neste espaço, Sergio, que é graduado em Biologia pela Unicamp e pós-graduado em Bioquímica pela USP, gentilmente divide conosco um pouquinho do seu vasto conhecimento sobre as mais diversas plantas e flores, incluindo, é claro, as orquídeas.

Deixe uma resposta